• Dra. Camila Couto e Cruz

Morando no exterior: “Tenho medo de voltar ao Brasil e sentir que lá não é mais o meu lugar"

Updated: Mar 12



Em muitos momentos, as pessoas que vivem no exterior se sentem deslocadas em relação à cultura do país em que escolheram viver. Problemas em se adaptar ao contexto social, situações difíceis no trabalho e dificuldades para fazer amizades fazem com que as lembranças da vida no Brasil funcionem como um refúgio mental.


Acontece que, em alguns casos, quando as pessoas retornam ao Brasil, existe uma distorção da realidade imaginada.


Quando você se muda para o exterior, a sua visão de mundo muda. Você se desenvolve de maneira diferente daqueles que permaneceram no mesmo local, fazendo as mesmas coisas, vivendo as mesmas experiências.


Por isso, algumas vezes, quando um brasileiro que vive no exterior se reencontra com seus compatriotas, pode haver uma sensação de não pertencimento; e essa é uma sensação que pode ser muito dolorosa.


A relação com os amigos e familiares já não é mais a mesma, pois a realidade de vida e os problemas cotidianos são muito diferentes... isso gera um distanciamento e uma falta de conexão que faz aquela ideia do Brasil como refúgio mental se desfazer.


Esse abismo nos relacionamentos, que antes eram tão próximos, pode desencadear alguns conflitos internos.


A sensação de deslocamento aparece novamente, mas agora, acompanhada de um sentimento de solidão, pois o indivíduo passa a sentir-se deslocado entre os seus e também no país em que escolheu viver.


É importante entender que essa é uma das consequências que podem ser experenciadas por quem decide viver no exterior, e isso não necessariamente é algo negativo.


Você teve coragem de alçar voos mais altos, de se desafiar a viver experiências sem sua rede de apoio original. Teve a oportunidade de crescer e se autoconhecer... talvez até muito mais do que as pessoas que permaneceram no mesmo lugar.


Claro que todo ser humano enfrenta contratempos onde quer que esteja, mas estar em um país diferente, com uma nova cultura, outro idioma e sem uma rede de apoio é algo muito desafiador; é um ato de bravura.


Então, sinta-se orgulhoso da sua trajetória e entenda que esse é um obstáculo que provavelmente fará parte da sua vida. Isso não quer dizer que você deve se distanciar totalmente dos seus amigos e familiares do Brasil e nem que você deve desistir de se integrar a cultura local.


Esse entrave no seu caminho só significa que agora você é uma pessoa diferente. A boa notícia é que assim como você, existem outras pessoas que estão passando pela mesma coisa.


Aí está a importância da criação de vínculos afetivos dentro de grupos de imigrantes. Somente um imigrante entende verdadeiramente o outro.


Mas, se você não se sente à vontade em compartilhar suas dores e sentimentos mais profundos com as pessoas que fazem parte do seu círculo, ou se o apoio de amigos imigrantes que passaram por questões semelhantes não está sendo suficiente, talvez seja o momento de buscar ajuda profissional.


O apoio psicológico poderá te auxiliar a lidar melhor com os momentos de dificuldades e a entender o seu lugar nesse “novo mundo" em que você escolheu viver.


Se você se identificou com os assuntos tratados neste post e gostaria de aprofundar-se no autoconhecimento através da psicoterapia ONLINE, entre em contato comigo clicando aqui. Desta forma eu poderei explicar mais sobre o meu trabalho para você e você poderá tirar dúvidas sobre a psicoterapia ONLINE.


Links Úteis:


Agendamento de consultas com a Dra. Camila Couto e Cruz


Siga as redes sociais para ter acesso a conteúdos como esse diariamente:


Facebook


Instagram


Quem escreve:


Camila Couto e Cruz é psicóloga com formação em Gestalt-Terapia e doutorado em Psicologia Social pela University of Queensland; uma das 50 melhores universidades do mundo, de acordo com o QS World University Ranking. Camila trabalha com psicoterapia na modalidade online, atendendo brasileiros que vivem no exterior através de uma abordagem dinâmica, voltada para a autorregulação e ajustamento criativo do indivíduo. Agende uma sessão informativa sobre a psicoterapia online, sem nenhum custo, clicando aqui.


437 views0 comments